Helen Keller

Escritora e ativista social

A escritora e ativista social Helen Keller foi uma das maiores figuras em defesa dos direitos das pessoas com deficiência. Ela era cega e muda desde a infância e, mesmo assim, se tornou uma das mulheres mais influentes do século XX.

Helen nasceu em 1880, em Tuscumbia, Alabama, nos Estados Unidos. Ela contraiu uma doença infecciosa aos 19 meses de idade, que a deixou cega e muda. Aos 6 anos de idade, Helen conheceu Anne Sullivan, sua educadora, que se tornou sua amiga e confidente para o resto de sua vida.

Anne ensinou Helen sobre o mundo através da leitura labial e da escrita manual, o que permitiu que a menina aprendesse a ler e a escrever. Quando ela tinha 16 anos, Helen passou a estudar na Universidade Radcliffe, onde ela obteve graduação em Linguística e Literatura Inglesa.

Durante sua vida, Helen foi bastante ativa em defesa dos direitos das pessoas com deficiência. Ela escreveu vários livros, incluindo a autobiografia “A História de Minha Vida”, além de contribuir com artigos para jornais e revistas.

Helen também foi ativista política, lutando por leis que melhorassem as condições de vida das pessoas com deficiência. Ela fez discursos para membros do Congresso americano, falou em fóruns internacionais e conseguiu que a Liga Americana de Deficientes entrasse para a Sociedade das Nações.

Helen Keller é considerada um dos mais importantes modelos femininos de luta contra a discriminação e a exclusão de pessoas com deficiência. Sua vida tem servido de inspiração para outras pessoas, que hoje buscam direitos iguais e oportunidades de inclusão. Ela faleceu em 1968, mas continua sendo lembrada por sua luta incansável pela dignidade das pessoas com deficiência.
Helen Keller
Nome Completo: Helen Adams Keller
Nascimento: 27 de junho de 1880

Local: Tuscumbia

Morte: 1 de junho de 1968 aos 87 Anos

Causa: doença

país de nacionalidade Estados Unidos
formação Radcliffe College