William Blake

Artista plástico e escritor inglês

William Blake foi um artista plástico e escritor inglês do século XVIII. Blake foi reconhecido durante o seu tempo como um prolifico poeta, admirado pelas suas visões artísticas exóticas. Acreditava-se que a sua arte não era das convencionais, pois tinha um estilo único que misturava elementos da poesia, arte e música.

Blake começou a mostrar os seus talentos de pintor aos quatro anos, a desenhar figuras humanas e animais. Aos quatorze anos ingressou na prestigiosa Escola de Artes Lancelot Coven, onde desenvolveu habilidades de desenho e pintura. Junto com a sua educação artística, Blake também desenvolveu um grande interesse em poesia.

Durante toda a sua vida, Blake escreveu várias obras poéticas, algumas das quais incluem “Songs of Innocence” (1789), “Songs of Experience” (1794) e “The Marriage of Heaven and Hell” (1790-1793). Estes poemas foram considerados por alguns como um dos principais trabalhos da poesia inglesa do século XVIII.

Além de poesia, Blake também dedicou-se à pintura e gravura. Ele passou a maior parte das suas vidas em Londres, a desenvolver as suas obras de arte. O seu estilo era único: as suas gravuras eram intrincadas, enfatizadas com os diferentes tons de luz e sombra. Além disso, as suas pinturas eram carregadas de simbolismos ligados ao antigo testamento e à obra de Shakespeare.

Para além de desenvolver o seu trabalho ao longo da vida, Blake dedicou-se também à publicação das suas próprias obras de arte e poesia. A sua editora, William Pickering, publicou a maioria das suas obras entre 1826 e 1827.

Embora nunca tivesse sido reconhecido de imediato durante os seus anos de vida, William Blake é considerado hoje como um dos maiores artistas e poetas do século XVIII. A sua obra marcou uma etapa importante na história da arte e da poesia inglesa, sendo admirada pelas suas visões poéticas e artísticas exóticas.

Blake e sua dedicação à 'A Divina Comédia'

No dia de sua morte, Blake estava profundamente envolvido em 'A Divina Comédia' de Dante Alighieri. Apesar de sua condição física debilitada, ele continuou trabalhando até o fim. Seu funeral foi modesto, financiado pelo responsável pelas ilustrações do livro. Embora tenha tido problemas financeiros em sua vida, Blake morreu sem dívidas.

Reconhecimento religioso póstumo de Blake

Atualmente, a figura de Blake é venerada pela Igreja Gnóstica Católica como uma figura santa. Seu legado espiritual continua a ser uma influência significativa, ilustrada pelo reconhecimento que continua a receber.

Homenagens a Blake e seu impacto na arte sacra

Na Austrália, o prêmio Blake Prize for Religious Art é concedido anualmente em homenagem a Blake. Este prêmio destaca a influência contínua de Blake e seu legado na expressão artística do sagrado.

William Blake
Nascimento: 28 de novembro de 1757

Local: Londres

Morte: 12 de agosto de 1827 aos 69 Anos
cônjuge Catherine Blake
país de nacionalidade Reino da Grã-Bretanha
obra destacada Canções de Inocência e de Experiência