Zilda Arns

Médica brasileira

A médica brasileira Zilda Arns Neumann, também conhecida como mãe das crianças brasileiras, foi uma das maiores defensoras dos direitos humanos no Brasil. Nascida no dia 28 de agosto de 1934, no Paraná, ela se tornou médica em 1961 e passou a dedicar sua carreira à saúde pública e à defesa dos direitos das crianças.

Em 1976, Zilda abriu sua primeira clínica no bairro de Vila Maria, em São Paulo. Seu trabalho lá lhe permitiu ajudar crianças da comunidade de baixa renda fornecendo cuidados médicos gratuitos. Logo o local se tornou conhecido como "A Casa de Zilda".

Trabalhando em parceria com o Ministério da Saúde, Zilda criou o Programa de Agentes Comunitários de Saúde, que treinou mais de 150 mil profissionais para ajudar as pessoas de baixa renda a cuidar melhor de sua saúde.

Outro de seus grandes feitos foi a criação do “Projeto Criança”, uma organização sem fins lucrativos focada em prevenir a mortalidade infantil, principalmente entre as crianças mais pobres. O projeto oferece treinamento e educação para as mães sobre como cuidar melhor de seus filhos, além de fornecer suprimentos médicos.

Durante sua carreira, Zilda também atuou em outras áreas, como na defesa dos direitos das crianças e no desenvolvimento de novas leis. Ela foi uma das fundadoras da Rede Nacional de Direitos Humanos e foi uma ativista social infatigável, lutando por um Brasil mais justo.

Sua atuação não passou desapercebida e, em 2009, ela recebeu a Medalha do Mérito da Saúde, a maior honra do Ministério da Saúde.

Zilda Arns Neumann nos deixou em 2010, mas seu legado continua vivo. Ela foi uma pioneira a defender os direitos das crianças e a melhorar sua qualidade de vida. Ela serviu como um exemplo para todos nós e, através de seu trabalho, ela nos mostrou a importância de cuidar da saúde e dos direitos das crianças.
Zilda Arns
Nome Completo: Zilda Arns Neumann
Nascimento: 25 de agosto de 1934

Local: Forquilhinha

Morte: 12 de janeiro de 2010 aos 75 Anos
país de nacionalidade Brasil
formação Universidade de São Paulo